5 de novembro de 2016

Full House


     Olá people, tudo no dendê? Olha só a resenha! Mais uma no capricho! E, bem, dessa vez vamos de seriado:

Sinopse:

     " Após a morte de Pam, Danny precisa cuidar de sua carreira, da casa e das suas filhas Donna Jo, Stephanie e a pequenina Michelle. Para auxiliá-lo nessa tarefa, seu cunhado Jess e seu melhor amigo Joey também cuidarão de tudo. Assim, nasce uma família composta por um apresentador, um comediante, um músico e três meninas hilárias! Ah, sem esquecer da maluquinha Kimmy e da belíssima Becky. "


    

     Comecei a assistir essa série por conta da versão mais recente da mesma, o seriado "Fuller House" (posso falar dele em outro post). A história por trás da família é linda e bem triste, mas a alegria que cada personagem traz é insubstituível.
     De todos os personagens, é quase impossível escolher um favorito! O Danny parece a minha mãe, tanto por sua compulsão por limpeza e organização, quanto por seu jeito de conversar com as filhas. O Jess é um rockeiro louco por Elvis Presley que me diverte demais com seu estilo descolado e "rebelde". O Joey é um comediante incrível e um excelente imitador, o que me faz amá-lo cada vez mais.
     As meninas são inacreditavelmente engraçadas, cada uma com um jeito muito característico. A DJ é inteligente e tem aquele porte de irmã mais velha que é bem visível. A Stephanie é a mais divertida e "espertinha" das três, sendo a minha favorita. Enfim, chegamos a Michelle, a menorzinha que eu acredito ser esperta demais pra idade que tem, mas não deixa de ser criança em momento algum. Ah! Quanto às secundárias Kimmy e Becky, acho que casam muito bem com a proposta da série e são ótimas personagens.
     Acompanhar essa família se desenvolvendo é incrível! Você realmente se envolve e se diverte com cada elemento! Se identificar com os personagens é fácil, pois você se vê um pouquinho em cada um, até no bebezinho. Vale ressaltar que estou na terceira temporada da série, então qualquer coisa eu farei outra resenha depois. Mas, a indicação é válida! Sei que não vai se arrepender!
     Então é isso, espero que tenha curtido! Ah, e o melhor, todas as temporadas estão disponíveis na Netflix. Assim, termino a resenha com a classificação de estrelinhas (de 1 a 5), uma frase da série, uma música da trilha que me fisgou e o trailer da primeira temporada (pra que você dê aquela olhadinha marota). 



Classificação:



Frase:

" - Depois que a mamãe morreu, eu podia lembrar de tudo sobre ela. Como ela se parecia. Sua voz. O cheiro do perfume dela. Ela costumava cantar pra gente na hora de dormir. Agora está ficando cada vez mais difícil de lembrar. (..)
- Vocês não precisam se preocupar se vão esquecer sua mãe porque podem pensar naqueles bons momentos quando quiserem. "



Música:




Trailer:




Obrigada pela atenção e um beijo enorme com               gostinho de acarajé!





Nenhum comentário:

Postar um comentário