16 de novembro de 2016

Harry Potter #1 - Falando Sobre: Ginny Weasley

Oi gente, tudo bem?

Vai rolar a partir de hoje o mês com Harry Potter, vai se vários posts sobre esse mundo maravilhoso  <3

Eu resolvi começar esseses seis dias falando de uma personagem que é uma das minhas preferidas da vida e que não foi bem representada nos filmes, não estou falando isso por conta da atriz, mas sim por ela ter sida esquecida pelo diretor e roteiristas que excluíram literalmente as cenas que ela aparece.

Eu já havia pensando em fazer esse post falando sobre a Ginny e sempre adiava, mas depois de ler Criança Amaldiçoada e ver que mais uma vez ela foi meio que esquecida e retratada de uma forma que não lembra a Ginny dos sete livros, eu resolvi escrever por qual motivo gosto tanto dessa personagem que é maravilhosa assim como Hermione e Luna que são tão amadas por mim e pelos outros fãs.



Para os fãs que apenas assistiram os filmes, Ginny parece uma menina boba, que não faz nada de interessante e que de repente vira o interesse romântico do Harry formando um casal sem graça e totalmente sem química. Mas para os que leram os livros, sabemos que não é bem assim.

Ginny aparece mesmo que rapidamente no primeiro livro e desde essa pequena "participação" podemos ver que ela já tem um interesse por Harry, mesmo que seja algo bobo e platônico já que ela tinha apenas dez anos de idade e ele já era tão famoso. 

No seu primeiro ano na escola em Hogwarts ela começa a ter um papel mais importante na história, nesse livro ela compartilha pensamento e sentimentos com um diário que pertencia a Tom Riddle e por conta disso acaba sendo possuída pela lembrança presa no diário e assim é obrigada a fazer coisas que não queriam e que na verdade nem se lembra de ter feito. No final Ginny acaba sendo levada para a câmara secreta e quase morre, mas Harry a salva e a ajuda, explicando tudo o que aconteceu e fazendo com que ela nãos seja expulsa. 

No esse ano também, Ginny manda uma mensagem para Harry no dia de Valentine's Day o que mostra mais uma vez o interesse dela pelo o nosso herói.

Com o passar dos livros presenciamos um desenvolvimento maior tanto da personagem como desse sentimento dela pelo Harry. Em seu terceiro ano acontece o Baile de Inverno e em uma cena vemos a Ginny com ciúmes ao saber que Harry convidou Cho para o baile e também temos uma cena em que Ron propõem que Harry leve a Ginny e na descrição da cena dá para percebe que ela fica decepcionada por já te aceito o convite do Neville.

No seu quarto ano podemos ver que ela é bem popular, ela entra para a Armada de Dumbledore junto de tantos outros alunos e lá se revela uma ótima bruxa sendo uma das que mais se destaca, quando Harry é banido do quadribol ela o substitui nos jogos fazendo um excelente trabalho e nesse ano descobrimos também que ela está namorando Miguel Corner. Mas apesar de tudo isso, com toda certeza ela se destaca mais nesse livro durante a batalha do ministério onde ela junto com Luna, Neville, Ron, Hermione e Harry invadem o local atrás de Sirius e da profecia.

Ginny e Miguel terminam o namoro quando a Grifinoria ganha o jogo de quadribol contra a Corvinal e ele se mostra um péssimo perdedor quando fica chateado com a derrota que aconteceu de alguma forma por causa dela já que ela era a apanhadora do time adversário. No seu quinto ano Ginny começa um relacionamento com Dino Thomas um dos amigos de Harry que dividi o dormitório com ele e quando descobrimos sobre esse relacionamento temos uma cena em que os gêmeos falam que ela está trocando de namorado rápido demais e Ginny ao invés de ficar calada fala pra eles, que eles não tem nada a ver com quantos caras ela namora.

Outra cena que vemos Ginny mostrando sua personalidade forte e sendo uma mulher decidida e se impondo ao invés de abaixar a cabeça para os seus irmãos e a cena em que Ron e Harry encontram ela em um corredor escuro beijando Dino. Harry sente ciúmes por já está começando a ficar interessado nela e Ron sente ciúmes por ser sua irmã ali e ai ele tenta brigar com ela pelo que viu e ela responde dizendo que não tem nada de errado em ela está se “agarrando” com alguém e que ele só está daquele jeito por nunca ter beijado uma garota.

O relacionamento de Dino e Ginny não era perfeito e os dois vivam brigando, mas eles só terminaram realmente quando Harry toma a poção da sorte e está saindo da sala comunal escondido pela capa de invisibilidade e esbarra nela bem na hora que ela está entrando com Dino, ela acaba achando que foi o outro que fez isso e os dois brigam e terminam.

Nesse livro ainda Harry fica de detenção e não pode jogar o último jogo de quadribol e mais uma vez Ginny o substitui e a Grifinoria ganha a taça. Por conta disso está acontecendo uma festa de comemoração na sala comunal e quando Harry sai da detenção e vai pra lá rapidamente ele entra no salão comunal e vê Ginny correndo em sua direção e sem se preocupar com as mais de cinquentas pessoas ao redor ele a beija.

A partir daí os dois começam a namorar o que rende algumas cenas bem engraçadas, já que Ginny gosta de um gracinha assim como os gêmeos. O namoro dos dois termina no fim do ano quando Dumbledore morre e Harry precisa ir atrás das horcruxes o que faz ele termina com ela e mais uma vez ela se mostra forte, uma das características que ele mais admira nela por sinal e também o fato dela quase nunca chorar, algo que ele achava chato e cansativo na ex que sempre estava chorando por tudo.

Chegamos ao último livro e temos uma cena de beijo entre Harry e Ginny pouco antes do casamento de Gui e Fleur, ela chama ele em seu quarto e o beija dizendo que o um presente para ele não se esquecer dela enquanto estiverem longe e esse beijo e descrito no livro com um algo quente e cheio de paixão. Depois disso Harry vai atrás das horcruxes junto de Hermione e Ron e ela volta a Hogwarts, onde junto de Neville continua com a AD fazendo o possível para ajudar os a combater as pessoas que estavam tentando tomar Hogwarts, mesmo que pra isso ela arrisque receber algum tipo de tortura como castigo.

E para fechar temos a cena em que ela com apenas 16 anos enfrenta Bellatrix Lestranger uma das mais poderosas e mortais do grupo de Comensais da Morte, nessa batalha vemos que Ginny a enfrenta muito bem e com toda certeza ela teria dado conta, mas sabemos que a senhora Weasley enfrentou a outra com a melhor frase de todas no final.

Eu sei que ficou muito grande e peço desculpas por isso, mas eu precisava e queria muito explicar por qual motivo admiro tanto essa personagem assim como admiro tantas outras personagens femininas desse universo. Espero que tenham gostado e entendido como Ginny é uma personagem feminina maravilhosa <3 

Maria Mariana - Beijoos
Sigam nossas redes sociais

4 comentários:

  1. É preciso uma mulher de verdade pra escrever bem sobre outra mulher de verdade. JK arrasou nos personagens femininos, de longe os mais interessantes da série! A Ginny do livro é fantástica!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com toda certeza sim e a JK escreveu muito bem todas as suas personagens femininas, ate as mais insuportáveis. Ginny é maravilhosa, fico triste quando julgam ela por conta do filme.
      Beijoos

      Excluir
  2. sempre gostei muito dela, mas é isso que tu disse, "acaba esquecida". nos filmes passa uma impressão de bobinha que gostava do harry desde a 1a vez que o viu e fim. o romance de como aconteceu deles dois nos filmes me deixou irritada em demasia. também esperava bem mais dela na criança amaldiçoada :(
    agora é ir assistir animais fantásticos \o/ HAHAHA
    =*** muá

    http://www.letrasecosturas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso me deixa feliz kk Eu amo os filmes, mas sofro todas as vezes que paro para assistir e tem cenas que deviam ser incríveis entre os dois e eles cortam, me doí. Eu achei que em criança amaldiçoada teríamos uma Ginny incrível, mas não tivemos :(
      Sim, estou doida por Animais Fantásticos <3
      Beijos

      Excluir